sábado, 25 de abril de 2009

É o que vale...



Desde que acordamos as preocupações tomam conta da nossa cabeça: horário, grana, correr para pegar o ônibus, não comer muito pão no cafá da manhã, grana, trânsito, contas, grana, filhos, dor no pé, grana...em fim...MUITAS COISAS!
Aí, lá de vez enquando tem um aniversário da família no meio da semana, aí tu pensa: "Putz, vou estar cansada, vou comaer de mais, não to a fim, vou mandar umas flores um cartão e vou dizer que cheguei muito tarde do trabalho".

Mas aí te dá um estalo e tu pensa melhor, aí lembra que faz tempo que não vê aquela prima engraçada ou aquela primo que estudou contigo a muitos anos atrás, aí tu te toca pra festinha!

Vai por mim que esse estalo é a melhor coisa que acontece e tu deve ouvir como um "oráculo da sabedoria", por que, esses momentos são os que compensam todo o stress da semana e o que está por vir!!!! E foi exatamente assim no aníver de 67 anos da minha tia Lídia!!


Eu ficava na casa dessa minha tia quando era pequena, eu a e minha mãe morávamos pertinho, então quando ela ia para ginástica, lá estava eu na tía Lídia brincando ou brigando, com o meu primo Rafael filho dela.

E na hora de ir embora eu ia arrastada por que naquela época estávamos sem televisão emn casa, e o espírito de futura jornalista não me deixava ficar longe de um tv de jeito nenhum! hehehe...

E desde de que me entendo por gente não lembro da tia Lídia ter feito nenhum aniversário lá, então isso tornou a ocasião ainda mais especial. É só olhar a alegria da aniversariante aí do lado para ver que valeu apena.


Muitas vezes encontros de família podem acabar em discussões e pequenas brigas, afinal muias pessoas muitos temperamentos... O que não é o nosso caso! As nossas reuniões familiares são sempre regadas a muitas risadas, piadas, alegria e muuuuuuita comida boa, o que rende mais piadas da boa forma das mulheres elegantes da família, mas deixa pra lá...

E como em toda festa familiar, entre uma piada ou outra, as lembranças são inevitáveis... Pode ser uma casa que está diferente, situações desastrosas que rendem boas risadas, e é claro os parentes queridos que já se foram...

E lá entre muita bagunça e muito barulho, atrás de algumas bolsas e pacotes de presentes em cima de um armário encontrei a foto (e é claro apresença) do Beto, um primo querido que já se foi, e da minha querida avó Zilda que sempre se faz presente quando mais precisamos ou quando estamos todos juntos (eu sinto assim, e tenho certeza que não encontrei esses porta retratos tão escondidinhos por acaso). E essas lembranças são ótimas por que se vê como é importante estar perto dos familiares, mesmo que sejam poucas vezes no ano, o importante é tornar esses poucos momentos especiais, e foi o que fizemos naquela noite...

5 comentários:

Prof.Anchieta disse...

Dá uma alegria no coração teu uma filha assim: amorosa, sensível e "plugada" na importância da aproximação e convívio familiar1
Que presentes maravilhosos recebi da vida: Carol e Léo!
Anchieta

marcia mec disse...

oi carol ficou lindo o slide da familia todos sempre alegres como sempre so faltou nosso andre e o beto né mas vamos em frente..emocionei com tudo vc é um prima e sobrinha de ouro beijos

marcia,camila e tia vera

Leilane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leilane disse...

Primaaaa!Fico lindo mesmo o comentário,me emocionei em ler, é a mais pura verdade nos reunimos pouco mas quando nos reunimos é pra rir se divertir... A quanto tempo não reunimos, os primos como esse dia? Fazer parte dessa família é um presente e uma alegria imensa. E as belas mulheres não poderia faltar!hehehehe...Adoreiii

Catia disse...

Oi Carol, parabéns pelo depoimento,
além de lindo, verdadeiro e sincero
foi um presente e tanto para toda a
família,uma oportunidade de eflexão e saudosismo.Obrigada á mãe adorou
todos nos emocionamos muito.
Há temos que marcar o encontro das primas e fazermos mais um momento especial em família.
Beijossssss e tudo de bom que esse mundo poder te dar!!!!!
Cátia.